(11) 98909.6812

Vale do São Francisco Produtos Alimentícios
Rodovia BR 235 - Km 39,8 - Casa Nova - BA - CEP: 47310-000
CNPJ: 28.608.447/0001-67

Flora Miúra - Direitos Reservados

HISTÓRIAS E CURIOSIDADES

A Cerimônia do Chá (Cha-no-yu)

No século XII, quando o Zen Budismo era introduzido no solo japonês,

também chegava o matcha (chá verde em pó).

Utilizado pelos monges para manterem-se acordados durante suas meditações noturnas, esse hábito acabou se transformando em filosofia de vida através do Chadô (Caminho do Chá), materializado no ritual Cha-no-yu (Cerimônia de Chá).

Praticado exclusivamente por homens, somente no final do século XIX o Chadô foi franqueado às mulheres. Ennosai, 13º grão-mestre de Urassenke, ensinou essa arte às viúvas e órfãos da guerra sino-japonesa (1894/95) para que sobrevivessem como professoras de chá. A partir disso, espalhou-se para todas as classes sociais

através de aulas em escolas e templos.

Com a proposta de alcançar “a paz numa xícara de chá”, os mestres

se dedicam à difusão da filosofia do chá no Ocidente.

Eles ensinam que o ritual, a concentração, o desenvolvimento rítmico do Cha-no-yu

levam à meditação, à tranquilidade e à paz superior.

O Caminho é o seu Dia a Dia

“O Chá é nada mais do que isto:
Primeiro você aquece a água,
e então você prepara o chá.

Então você o bebe corretamente.
Isso é tudo o que você precisa saber”

Sen no Rikyu

Tsuru a Ave Sagrada do Japão

Tsuru é uma ave sagrada do Japão.

É o símbolo da saúde, da boa sorte, felicidade, longevidade e da fortuna.

Conta a lenda japonesa que o Tsuru pode viver até mil anos. É considerado o pássaro companheiro dos eremitas, que se refugiavam nas montanhas para meditar, acreditando possuírem poderes sobrenaturais para não envelhecer.

Diz a lenda japonesa que se a pessoa fizer 1000 Tsurus, usando a técnica do

origami - arte secular de dobrar o papel, com o pensamento voltado

para um desejo, ele poderá se realizar.

Inicialmente o origami do Tsuru tinha apenas função decorativa, era utilizado para enfeitar o quarto das crianças. Mais tarde, o Tsuru foi associado às orações, sendo oferecidos nos templos, acompanhados de pedidos de proteção. Hoje é usado como enfeite nas festas de ano novo, batizados, casamentos, entre outras comemorações.

Além disso, é o símbolo principal da logomarca Flora Miúra.